domingo, 3 de maio de 2015

Filme: Vingadores 2 - A Era de Ultron

Quando saiu o 1º filme d'Os Vingadores eu quis postar a respeito aqui, mas fiquei tão de queixo caído que nem sequer consegui organizar minhas impressões para fazer um texto coerente.

Eu já disse antes que não leio HQs (agora estou começando beeem timidamente), mas acompanho todo o MCU antes mesmo dele se tornar coeso. Desde o primeiro filme dos X-Men, o primeiro Homem-Aranha e os filmes de Demolidor e Elektra. Os únicos que eu não fiz questão de ver foram do Hulk, personagem que nunca me cativou. Hoje, além de ver todos os filmes da Marvel / Disney no cinema, faço questão de acompanhar as 3 séries em andamento: Agents of SHIELD, Agent Carter e Demolidor.

Para ficar por dentro dos acontecimentos e não perder detalhes passei a ler na internet os principais acontecimentos de cada herói nas HQs. Mesmo não sendo uma 'especialista', eu fui a primeira a afirmar nos fóruns que frequento que a Marvel com certeza estava preparando terreno para Guerra Civil e daria um jeito de fazer acordo com a Sony para usar o Aranha. Por quê? Como previ isso? Simplesmente era uma história importante demais pra deixar de lado e que se adequava perfeitamente ao formato de cinema... Na época me chamaram de louca. Bem, agora, aqui estamos nós...


Assisti Vingadores 2 na 4ª feira (29/04). É espetacular! ASSISTAM! Pessoalmente, achei melhor que o primeiro.

O filme tem algumas surpresas interessantes, pistas para os acontecimentos dos futuros filmes já anunciados (quem tá acompanhando tudo vai sacar fácil) e muita, MUITA referência, tanto aos filmes já feitos, universo Marvel como um todo, mitologia e até religião. Eu me divirto bastante prestando atenção nessas coisas, porque nem tudo está escancarado.


Os puristas talvez reclamem porque as origens e ligações de algumas coisas e personagens foram modificadas para dar uma forma harmônica ao MCU, no qual tudo precisa se conectar, estar intercalado. Eu gostei bastante disso, porque eu gosto desse universo coeso, gosto que as coisas sejam pequenas partes de um todo maior, um enorme quebra-cabeça. E a Marvel está sabendo fazer isso como ninguém...

Os uniformes (exceto do Thor) estão com algumas diferenças, incluindo o símbolo dos Avengers e úteis aparatos e aperfeiçoamentos tecnológicos. Visualmente ficou muito bom, muito moderno.

A atriz que interpreta a Feiticeira Escarlate, Elizabeth Olsen, me surpreendeu e excedeu as expectativas. Eu, pelo menos, não estava botando muita fé nela. Aliás, achei ela uma atriz muito melhor do que suas irmãs gêmeas. Já o Mercúrio, eu achei bem decepcionante. Tem uma ou outra cena legal, ele tem aquela típica pose de marrento... mas no geral deixou muito a desejar. O de X-Men ficou melhor, com certeza.

Gostei muito também de terem desenvolvido melhor os personagens que não tem filme solo (ou seja, Viúva e Gavião Arqueiro) e a relação entre Nat e Bruce ficou muito, muito legal. Algumas cenas muito extensas dessas sub-tramas quebraram um pouco o ritmo do filme, mas eu achei que valeu a pena e não é um problema tão grave.


Pelo trailer e pelo que tem acontecido nos últimos tempos no MCU muita gente achou que esse filme seria mais sério, seguiria talvez até uma linha mais dark... Não se enganem. É tão divertido quanto o primeiro, cheio de piadas, de tiradinhas, de alívio cômico. Há quem ache isso um defeito do filme. Eu não acho e não senti forçada de barra nem nenhum momento.

Falando nisso, lembram daquela cena sobre o Martelo (Mjölnir), em que os personagens disputavam quem conseguiria levantá-lo? Então... tem uma surpresa sobre isso cuja intenção, ao que me pareceu, foi colocar um certo personagem acima de qualquer dúvida sobre suas intenções e caráter. As cenas envolvendo esse tema ficaram bem legais.

Ainda sobre Thor, vi em algumas resenhas o pessoal comentando um trecho do filme específico sobre ele. Quando vi o filme não me toquei, mas pensando bem depois, ele realmente ficou meio deslocado da trama principal. Não sei se era necessário ter essa parte no filme SPOILER: quando ele vai até o lago com o cientista para recordar o sonho que teve quando a Feiticeira mexeu com a mente dele. Aquela cena é, claramente, sobre Ragnarok. A intenção foi dar uma palha do que esperar no próximo filme solo dele, só que ao mesmo tempo, não teve muita utilidade dentro da trama DE Vingadores 2 /SPOILER.

Algumas coisas ficaram sem explicação, sendo a mais visada, mais apontada, a questão do reator ARC de Tony Stark que, em teoria, teria sido retirado no fim de Homem de Ferro 3. A impressão que deu é que por ter sido tão mau recebido pelos fãs os acontecimentos do filme serão ignorados na linha do tempo do MCU daqui em diante (tanto é que a Pepper também mal foi citada. Vale lembrar que ela se tornou super-poderosa no final de Homem de Ferro 3 e poderia ter sido aproveitada no final de Vingadores 2 ou até mesmo durante o filme em si). Mas o Thor faz uma leve menção à essa contradição ao dizer que Tony não tem explicação.

Rolou um boato de que haveria um herói surpresa no filme. A resposta é sim e não. Aparecem dois, mas que não são propriamente novos heróis. Eles já tinham aparecido antes no MCU. SPOILER: são eles Falcão Negro e Patriota de Ferro. Eles aparecem na festa de Tony e depois no final, formando os Novos Vingadores, junto com Wanda e Visão. /SPOILER. Sinceramente eu esperava uma participação, por menor que fosse, de alguém de Agents of SHIELD, até porque o Coulson estava nos filmes até Vingadores 1. Mas não apareceu ninguém. Eu até tinha imaginado que o tal herói surpresa pudesse ser a Harpia ou a Skye.

Aliás, como sempre que vejo um filme novo, saí do cinema imaginando as implicações que os acontecimentos terão na série da SHIELD, a única a qual os filmes são diretamente relacionados. No episódio de 3ª feira passada ainda não houve nada. Compreensível, já que o filme ainda não havia estreado nos EUA. Vamos ver se acontece algo interessante esta semana... espero (muito) que sim! Até porque, Fury is back, baby!!!

Por fim, a sempre tão aguardada cena pós-créditos. Tem uma cena no meio dos créditos, mas não tem NADA no final. Depois que passar a cena do meio dos créditos, pode ir embora tranquilo!!! Posso dar minha palavra de honra porque fui uma das poucas pessoas que teimou em ficar até o último segundo na sala, até a última letrinha subir e o último acorde da música tocar. Realmente não tem cena no final dos créditos!!!

Voltando à questão da Guerra Civil. Talvez você já tenha visto por aí, mas darei a dica mesmo assim. A Marvel lançou algumas de suas histórias em livros. Uma delas é do Homem-Aranha (Entre Trovões) e a outra é, justamente, Guerra Civil. Como não sou muito fã de HQ e sou loooouca por livros (não, jura?) fiquei ansiosa pra lê-lo assim que vi na livraria. Quero ler o mais rápido possível e creio que dará uma boa base para os fãs dos filmes que, como eu, tem pouco contato com as HQs entenderem muito do que está por vir... Mesmo que haja mudanças (por exemplo, diz-se que a Guerra Civil no cinema NÃO será sobre o registro de identidade dos super-heróis, mas a motivação ainda não foi revelada).




2 comentários:

Wagner disse...

Eu já conhecia a Elisabeth Olsen de dois ou três filmes que assisti antes dela ser anunciada como Feiticeira Escarlate. Se puder, veja A Casa Silenciosa.

Cris NS disse...

Obrigada. Vou procurar esse filme pra ver

Postar um comentário

Muito obrigada pela sua visita e pela mensagem.
Comentário anônimos de ataque gratuitos serão deletados!
Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre!