domingo, 29 de abril de 2012

Livro: O Herói Perdido

ATENÇÃO! CUIDADO: ALGUNS SPOILERS LEVES!!!


Então... assim que o livro chegou comecei a lê-lo, mas dessa vez li bem mais lentamente que o de costume porque andei cheia de coisas na cabeça e ficar tentando escrever o post anterior também não ajudou!

Eu não lembro quando exatamente eu soube que PJ já tinha uma continuação, mas lembro de ter ficado surpresa. Encomendei enquanto lia os 2 últimos da série original, sem saber que o livro seguinte ainda não havia sido publicado.

Particularmente, achei esse livro bem melhor que a série original. Claro que existe um carinho com as histórias de PJ que torna doloroso dizer isso, afinal foi o que deu origem a esse universo de mitologias atuais do Acampamento Meio-Sangue. Porém, em muitos aspectos, PJ me parecia meio bobo. Não sei se neste foi uma evolução realmente de escrita do autor ou se ele escreveu este de forma diferente propositalmente visando que seu público já estaria mais velho.

Fato é que, sendo os livros originais escritos em 1ª pessoa, víamos tudo do ponto de vista do Percy, com a opinião e impressão dele sobre tudo nesse mundo cheio de deuses e monstros. E mesmo ele estando mais velho a cada ano, a personalidade dele não muda muito. Ele fica mais experiente em relação a esse mundo mitológico, mas não parece crescer muito, amadurecer muito. Eu o acho mais esperto e inteligente do que vários outros personagens equivalentes de outros livros do gênero, entretanto várias das observações dele no meio do texto pareciam sair da boca de um garoto de 12 anos ainda. Até mesmo os títulos dos capítulos - que eram bastante divertidos - demonstravam essa infantilidade que ainda havia nele, mesmo já aos 17 anos.

Já essa nova série, Heróis do Olimpo, parece ter um tom mais sério do que a original Percy Jackson e os Olimpianos, embora é claro o autor tenha que manter ainda um pouco daquela excentricidade para manter o universo coerente. Talvez porque agora a narração já não seja mais em 1ª pessoa, e sim em 3ª e porque seja dividida entre o ponto de vista de 3 novos personagens diferentes, o que achei excelente! Acho que o livro sempre fica mais rico e interessante quando temos vários pontos de vista. Ou talvez seja por tratar da Roma Antiga, sendo uma nação menos amigável,  exija esse tom diferente... Ou ainda porque, como disse antes, seus fãs já cresceram.

Apesar de nunca ter sido fã de Roma e nunca ter gostado da vertente deles para as mesmas mitologias, gostei muito de Herói Perdido e fiquei impressionada com como o autor conseguiu aumentar e expandir seu mundo sem se tornar uma coisa enfadonha e forçada, o que é bem raro de se conseguir em continuações. No geral, eu sou contra continuações de livros e filmes por isso. Até mesmo a história de Thalia ficou coerente... é muito difícil mudar ou acrescentar o passado de um personagem já conhecido sem cair em contradição e o Rick Riordan conseguiu isso!!!

Confesso que quando li o final de PJ tive medo ao ver aquela nova profecia dos 7. Era óbvio que ela se referia à continuação, apesar de Quíron ter dito que uma profecia podia levar muitas décadas para se cumprir! E eu pensei: caramba, o que ele vai inventar agora? Eles já derrotaram os Titãs... o que mais e maior pode acontecer agora?

Outra coisa que eu amei - novamente apesar de não ser nada fã desta deusa - foi termos uma filha de Afrodite realmente forte, esperta, decidida e não-fútil; além de ser uma das principais personagens da trama, assim ela tem muito mais destaque do que Selena teve.

Então, vamos lá: no começo do livro não vemos nenhum personagem já conhecido, o que pode ser um pouco decepcionante a princípio para alguns. De cara conhecemos 3 novos semideuses que ainda não fazem ideia de quem são: Jason, Piper e Leo.


Jason até sabe quem é, mas perdeu temporariamente a memória. Piper e Leo estão junto com ele numa excursão de uma escola para alunos problemáticos. Piper é descendente de cherokees e filha de um astro de Hollywood e Leo é um órfão de descendência latina com passado trágico que se sente constantemente rejeitado, mas usa o humor como proteção.

Jason, assim como Percy, foi batizado em homenagem a um grande herói antigo: Jasão. Neste livro o Jasão original é citado com muito mais frequência do que Perseu foi em toda a série PJ.
Apesar de Percy não aparecer no livro, o título se refere à ele. Desde o início há muitas dicas para explicar o que aconteceu com os dois: o aparecimento repentino de um e o desaparecimento do outro, porém confesso que só liguei os pontos mais para o fim.

Esse livro exige um conhecimento prévio de mitologia grega E romana um pouco mais profundo e por isso eu tive que parar pra pesquisar às vezes durante a leitura (santo Google!). Principalmente em relação aos nomes dos deuses, que eu nunca consegui decorar o equivalente romano.

Uma das histórias de Percy Jackson e os Arquivos do Semideus é uma preparação para essa continuação, pois ela já insere um dos elementos chave desse livro, que é o Dragão de Bronze, Festus. Neste livro ele se torna a montaria dos 3 em sua missão e o "bichinho de estimação" de Leo.

Neste livro descobrimos um pouco mais sobre o passado do Acampamento Meio-Sangue, vemos como ele ficou após a guerra contra os Titãs e o pacto com os deuses de reconhecer todos os filhos e conhecemos vários semideuses que sempre estiveram lá, mas não foram apresentados nos primeiros livros. Aliás, outra coisa interessante é que conhecemos o interior de outros chalés, como o de Afrodite, Zeus, Hefesto e Hipnos. Vemos os personagens já conhecidos, como Annabeth, sob outro ponto de vista: o de quem ainda não os conhece.
Em suma, o livro apresenta toda uma nova perspectiva, com destaque para a descoberta de quem existem muitos outros semideuses em um outro acampamento, que são os "filhos romanos" dos mesmos deuses e que eles também tiveram importante participação na guerra contra os Titãs.

O inimigo da vez é alguém ainda mais poderoso do que os Titãs e Hera é sua prisioneira. Para obrigar Jason, um herói romano experiente, a ajudá-la ela rouba sua memória. Zeus, ou Júpter, decide fechar o Olimpo, deixando os semideuses do Acampamento desorientados sem qualquer ajuda dos pais e preocupados com o sumiço de Percy. Assim, os três saem em uma missão suicida para salvar Hera (por falta de opção, porque ela continua sendo bastante impopular) e no meio do caminho encontram personagens históricos que conseguiram fugir de Hades e voltar à vida. Encontram também as Caçadoras de Ártemis, momento no qual muita coisa é esclarecida sobre a infância de Thalia.
Enquanto tudo isso acontece, Annabeth procura Percy desesperadamente e em vão, pois ele está num local muito longe de seu alcance.

Os capítulos não tem nome. Vem apenas com a numeração romana e o nome do personagem que o protagoniza (Jason, Piper ou Leo), sendo revezado a cada 2 ou 3 capítulos de poucas páginas.

O livro seguinte, que deve ser lançado ainda este mês em português, chama-se "O Filho de Netuno" e eu creio que se refira ao Percy mesmo e como ele estava se virando entre os romanos, mas também pode ser sobre outro filho de romano de Poseidon, vai saber...

Estou muito curiosa para ler o resto dessa nova série que tem tudo para ser melhor que a original, ainda mais porque há a expectativa de parte da história se passar onde os deuses são mais fortes: na terra natal Grécia!

Enfim... é isso! Gostei muito do livro e espero que o Rick Riordan mantenha a qualidade e venha com novas aventuras ainda mais emocionantes e com personagens mais maduros e interessantes!

Agora posso finalmente começar Dragões de Éter, rsrsrs...

2 comentários:

Nós disse...

Oies,

Não li nenhum dos livros mas fiquei bastante interessada.

obrigada pela visita no meu blog!

beijos

Ingrid Silva disse...

Bom, vou ser bem direta... além de estar aqui apreciando seu blog, também estou para fazer-lhe uma proposta.

Uns amigos e eu nos unimos para montar um projeto que ajude na divulgação de nosso trabalho. Há muito que venho observando a individualidade dos escritores amadores e blogueiros, e acho que isso é errado.. rs. Nada melhor que nos unirmos num só grupo e sairmos por ai divulgando a boa literatura.

Acabamos de montar um blog coletivo: http://asurrealidade.blogspot.com.br/

Somos 5 autores no momento, mas queremos mais apoio para fazermos um barulhão por ai...

Usamos o blog para postarmos o que queremos; nosso trabalho literário. E assim o divulgamos com mais força... essa é a ideia básica. No entanto, temos a pretenção de criarmos algo juntos, um novo universo, onde todos que estão conosco contribuirão..

Aqui está o facebook do nosso editor, caso se interesse : http://www.facebook.com/eric.ribeiro.5

Meu email: cdf332@hotmail.com http://www.facebook.com/IngridSilvercraft

Sou autora do ''A www.literata.wordpress.com''

Ficaremos contente caso aceite, caso não tenha interesse, não terá problema... vc é bem-vindo (a) para nos seguir.(palavras de eric ribeiro)

Até mais!! (Lí esse livro e adorei...mas antes de ficar fissurada em Game of Thrones.)

Postar um comentário

Muito obrigada pela sua visita e pela mensagem.
Comentário anônimos de ataque gratuitos serão deletados!
Espero que tenha gostado do blog e que volte sempre!

Postar um comentário